Seg05252020

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

Ubiratan Iorio

Ubiratan Iorio

UBIRATAN IORIO, Doutor em Economia EPGE/Fundação Getulio Vargas, 1984), Economista (UFRJ, 1969).Vice-Presidente do Centro Interdisciplinar de Ética e Economia Personalista (CIEEP), Diretor da Faculdade de Ciências Econômicas da UERJ(2000/2003), Vice-Diretor da FCE/UERJ (1996/1999), Professor Adjunto do Departamento de Análise Econômica da FCE/UERJ, Professor do Mestrado da Faculdade de Economia e Finanças do IBMEC, Professor dos Cursos Especiais (MBA) da Fundação Getulio Vargas e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Coordenador da Faculdade de Economia e Finanças do IBMEC (1995/1998), Pesquisador do IBMEC (1982/1994), Economista do IBRE/FGV (1973/1982), funcionário do Banco Central do Brasil (1966/1973). Livros publicados: "Economia e Liberdade: a Escola Austríaca e a Economia Brasileira" (Forense Universitária, Rio de Janeiro, 1997, 2ª ed.); "Uma Análise Econômica do Problema do Cheque sem Fundos no Brasil" (Banco Central/IBMEC, Brasília, 1985); "Macroeconomia e Política Macroeconômica" (IBMEC, Rio de Janeiro, 1984). Articulista de Economia do Jornal do Brasil (desde 2003), do jornal O DIA (1998/2001), cerca de duzentos artigos publicados em jornais e revistas. Consultor de diversas instituições.

Terça, 05 Maio 2020 23:29

A CHAMADA, A CANTADA E A PANCADA

Governador - Paulo, estou te ligando não como governador, mas como amigo. Quem sustentava o governo era o Sérgio Moro e você. Agora, sobrou você. Você é muito admirado. Em nome da sua biografia quero te dar um conselho: desembarca do governo agora.

Ministro - João, eu agradeço sua ligação, mas não sou eu que sustento o governo Bolsonaro. Quem sustenta o governo é o povo que elegeu o presidente. ele tem um terço de apoio. E outro terço que fica no meio do caminho depois vai apoiá-lo. João, o país vive um momento democrático que é barulhento, mas virtuoso.

Sexta, 03 Abril 2020 18:57

CORONAVÍRUS E COMUNAVÍRUS

Nunca me arrisco a dar palpites sobre coisas que desconheço e, nesse caso, esse hábito, herdado de meu pai, é ainda mais indicado, por tratar-se de um tema novo, complicado e cheio de dúvidas e mistérios.

Antes, porém, é preciso ter em mente que a liberdade é apenas a meia parte de um fenômeno mais amplo, aquela mais agradável, a dos direitos, cuja contrapartida é o hemisfério dos deveres e da responsabilidade.

 

 

 

Dois mil e dezenove passou como um foguete e já é tempo de repetir aquele exercício de atribuir uma nota ao ano que se encerra e mostrar as expectativas para o que se inicia.

 

 

 

Mas o mais importante, ao cabo deste primeiro ano de governo – o âmago - continua a ser insistir nas reformas estruturais do Estado. Com elas, tudo ficará mais fácil.

Quinta, 28 Novembro 2019 16:26

UM RECADO PARA CERTOS "CRÍTICOS" DE MISES

 

 

 

Parece que alguns colegas estão precisando baixar a cabeça para a terra e encarar a profissão com mais seriedade, até porque ela é o seu ganha-pão.

Quarta, 30 Outubro 2019 11:21

UNIVERSIDADES FEITAS DE UMA NOTA SÓ

 

 

 

As universidades públicas brasileiras são o caminho certo para transformar o filho que você criou com tanto amor e carinho em um robô, programado para repetir incessantemente, na boca e na prática, todo o repertório socialista-comunista.

 

 

 

Outra importante base teórica da Nova Teoria Institucional é a análise dos custos de transação, conceito desenvolvido por Ronald Coase (1910-2013), que os tratava como um quarto fator de produção, juntamente com terra, capital e trabalho.

 

 

 

O liberalismo não está nem ao relento e nem com as pernas esticadas na sala do governo, ele achou as chaves da casa e está abrindo a porta para entrar. Cabe à equipe política e a todos nós, liberais desde sempre – e não aos aproveitadores de ocasião – mostrar-lhe sua nova morada.

 

 

 

Uma das características do capitalismo e que é sempre maior quanto maior for a liberdade de participar do processo de mercado, é a de aumentar as possibilidades de escolha dos consumidores, pela existência e diversidade da oferta de bens e serviços, produzidos com suficiência para atender às suas demandas.

Pagina 1 de 22
  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.